O Distrito do Esporte é um oferecimento de
O Ceilândia será um dos representantes do Distrito Federal na 50° edição da Copinha
Foram precisos nove jogos para o Ceilândia chegar a tão sonhada final do Campeonato Brasiliense de Futebol Júnior de 2018,. Ao todo, a campanha contou com oito vitórias e uma derrota com 15 gols feitos e apenas dois sofridos. O único revés foi para o Real, clube que vai disputar a outra semifinal contra a equipe do Legião. Com a vaga assegurada na final, o Gato Preto será um dos dois clubes que representará o Distrito Federal na maior competição de futebol de base do país, a Copa São Paulo de Futebol Júnior.
A equipe ceilandense chegou à fase mata-mata da competição com muito favoritismo, pois havia passado em primeiro lugar no grupo que prometia mais equilíbrio da competição. A temida chave continha os dois últimos finalistas do Candanguinho, Real e Cruzeiro, o tradicional Gama e dois clubes que que dariam trabalho, Samambaia e Capital. O Gato Preto perdeu por 1 a 0 para o atual campeão Real e venceu todas as outras equipes do grupo, ficando em primeiro lugar da chave e terceiro geral.
O mata-mata rendeu ao Ceilândia como primeiro adversário o Luziânia. Na primeira partida, fora de casa, 2 a 0 para o time brasiliense e vaga bem próxima para a semifinal. No jogo de volta, uma nova vitória: essa pelo placar de 3 a 1 para a festa da torcida que compareceu ao estádio Abadião. Já na semifinal, seu oponente foi o Formosa, clube que vinha com a segunda melhor campanha geral e um adversário complicado. Dois placares de 1 a 0 foram o suficiente para decretar a classificação à final e consequentemente uma das vagas para a Copinha de 2019.

História brasiliense na Copa São Paulo

O retrospecto do Distrito Federal na competição não é favorável. A melhor campanha se remete ao CFZ-DF na edição de 2010. O clube chegou as quartas de final do torneio, sendo eliminado pelo Juventude-RS. A equipe brasiliense passou em primeiro no seu grupo, que continha o poderoso Vasco da Gama. Na fase mata-mata, seu primeiro adversário foi o gigante Flamengo e o CFZ o eliminou nos pênaltis. A equipe ainda passou com facilidade pelo Coritiba (4×1) e perdeu nas penalidades para o time gaúcho, terminando assim na oitava colocação do campeonato.
O Ceilândia quer fazer uma boa campanha para esquecer sua última participação na taça, onde perdeu todos os seus jogos na 39° edição, em 2008. O grupo naquele ano foi composto por Corinthians-SP (1°), América-SP (2°), Sorriso-MT (3°) e Ceilândia (4°). A equipe alvinegra fez um gol e sofreu sete. O outro representante do Distrito Federal foi o Brasiliense que terminou na terceira posição de seu grupo, também sendo eliminado na primeira fase.
O Distrito do Esporte é um oferecimento de

Comente

Please enter your comment!
Please enter your name here