O Distrito do Esporte é um oferecimento de
Nezinho, Arthur, Ricky Sanchéz e o treinador André Germano são alguns dos nomes confirmados na franquia de Brasília
Foto: Reprodução da Internet
Com a proximidade da volta ao Novo Basquete Brasil (NBB), o Universo Brasília está concluindo o processo de montagem do elenco. Com estreia marcada para 15 de outubro, diante do Flamengo, o time da capital federal já confirmou dez nomes que farão parte da equipe. O nome do treinador também já está definido. O destaque fica para a contratação de atletas que possuem história no basquete de Brasília.
O ala Arthur e o armador Nezinho, que acumulam passagens na primeira fase da franquia no Distrito Federal, acertaram com a equipe para volta ao cenário nacional do esporte. O time também aproveitará nomes que disputaram a Liga Ouro por Cerrado Basquete e Brasília Búfalos no primeiro semestre do ano: o ala Danilo Monteiro e o pivô Marcelo Deschamps vem da equipe azul, enquanto Luís Mendonça vem do clube verde.
“É um sentimento de muita alegria estar voltando à cidade. Mesmo de longe, eu sempre acompanhei o time e torci pelo sucesso dele. Voltar para um lugar onde minha família e eu fomos tão felizes é muito legal e espero conseguir retribuir todo o carinho que eu venho recebendo”, celebrou Nezinho. Arthur também ressaltou a expectativa do retorno. “Estou voltando para minha cidade, onde eu passei dez temporadas ganhando títulos expressivos. Mal posso esperar para ver o ginásio cheio”, disse ansioso.

Acerto com nomes com carreira fora do país

O Universo/Brasília também trouxe atletas que estavam atuando fora do Brasil. O pivô Rod Gonçalves estava no basquete uruguaio e chega para compor a equipe. O ala/pivô porto-riquenho Ricky Sánchez, de 31 anos, também foi contratado. Medalhista de prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007, o jogador de 2,11m foi draftado em 2005 pelo Portland Trail Blazers. Porém, o atleta desenvolveu a carreira em times da Liga de Desenvolvimento da NBA.
“Estou muito empolgado com essa oportunidade de jogar no Brasil. É uma liga que eu sempre quis competir e espero que eu possa jogar no mais alto nível e possa ajudar nosso time a vencer jogos”, disse Sánchez. Rod destacou os anos fora do país e se disse pronto para o desafio em Brasília. “Já são muitos anos jogando longe do Brasil e voltar ao basquete brasileiro em um time consagrado no cenário nacional é uma oportunidade única”, comemorou. 
O armador Pedro Rava, ex-Macaé, o ala Pedro Mendonça, ex-Caxias do Sul, e o ala Rafa Moreira, ex-São José, também irão compor o time. O comando do Universo/Brasília ficará a cargo de André Germano. Ex-Bauru, o treinador também acumula passagens pela Seleção Brasileira Sub-17 de Basquete. Em Brasília, Germano terá a primeira oportunidade de dirigir uma equipe no NBB, principal competição do país.
“Para mim, será um desafio profissional muito grande, mas me sinto totalmente preparado para ele por conta dos cinco anos em Bauru e também das seleções de base. Será um ano de trabalho muito duro, onde vamos retomar esse projeto do basquete em Brasília. Vamos tentar alcançar a posição mais alta possível no NBB e, com os jogadores que estão chegando para o elenco, creio que conseguiremos fazer um trabalho de excelência”, ponderou o técnico. 

Treinos visando a estreia

A preparação visando a temporada 2018/2019 do Novo Basquete Brasil começou na tarde de segunda-feira (27/08) para o Universo/Brasília, quando os jogadores se apresentaram e realizaram exames médicos. O primeiro treino da nova equipe da capital federal está programado para o próximo sábado, 1º de setembro.
O Distrito do Esporte é um oferecimento de

Comente

Please enter your comment!
Please enter your name here